Muse: “Fãs são mais importantes do que o dinheiro”

banner


Muse acha que o The Rolling Stones estão cobrando caro demais dos fãs que vão assistir seus shows de aniversário de 50 anos.

O baixista Christopher Wostenholme está surpreso que o grupo icônico – liderado por Sir Mick Jagger – esteja cobrando dos fãs até £375 por um ingresso para o show  “50 & Counting…” (50 e contando…) no O2 Arena em Novembro, com os assentos mais baratos custando £95. Em reais, a conta fica em R$1.225,00 e R$310,00, mais IOF.

Chris insiste que Muse nunca fará seus fãs pagarem tanto para ver seus shows e eles tentam manter seus preços baixos para que eles possam dividir sua música com o maior número de pessoas possível na estrada. (Quem não se lembra do Porão do Rock, que apesar de toda a simplicidade da produção, os musers pagaram até R$10,00 pelo ingresso?)

Quando perguntado sobre o que ele pensa do custo dos shows do Rolling Stones no Q Awards em Londres na ultima segunda, ele disse:

O que eu sei é que desde o começo e até agora nós sempre tentamos manter os nossos preços baixos para que as pessoas possam vir nos ver. O que é razoável para um, pode não ser razoável para outro. É importante ganhar dinheiro, mas ao mesmo tempo o mais importante de tudo é sair por aí e tocar ao vivo.

Chris admite que ele e seus colegas poderiam ganhar muito mais dinheiro se eles diminuíssem os elaborados palcos de seus shows, mas eles se sentiriam como se estivessem enganando o público. O músico de 33 anos acrescentou:

Nós poderíamos ganhar mais se quiséssemos cortar custos de produção, mas não é bem assim.

É Chris. É só amor mesmo <3

Só é uma pena que atualmente aqui no Brasil, com essa história de meia entrada, tudo o que era para ser razoável fica caro =(


Publicado em 25/10/12 - 22:09
Categoria e Tags: Entrevistas, , , .

Sobre o autor

avatar

já escreveu 229 artigo(s) para o Muse BR.

Pwoud Muser

9 Comentários em "Muse: “Fãs são mais importantes do que o dinheiro”"

  • avatar Luís Felipe Herrera 10:39 AM 27/10/2012

    apesar de tudo no Brasil ser absurdo, não imagino que o trio vai deixar a T4F vender os ingressos num horror de caro, rs.

  • avatar Marii. 12:57 AM 26/10/2012

    Aqui no Brasil tudo é uma grande porcaria… Eles fazem a gente pagar meia e depois pedem declaração de que é estudante, cartão de crédito utilizado na compra e outra pancada de coisas só para nem se importarem em pedir na hora… Eles nem ao menos se importam de conferir nossas identidades, se um pedófilo entrar com uma identidade falsa eles nem vão dar bola, porque são os organizadores e o governo que recebem o dinheiro no final… E eles também ‘estereotipam’ as bandas aqui, não é tudo igual: show da Beyoncé custa 900, do U2 custa 1000, da Lady Gaga custa 750, do Justin Bieber e do One Direction custa 900 e subindo cada vez mais, eles aumentam o preço porque avaliam a popularidade da banda ao invés de avaliarem se é uma grande produção. Agora com o Muse, o The Vaccines e as bandas do Planeta Terra – em sua maioria britânicas – eles fazem a inteira 360 e a metade 180 ou menos, e ambos valem pro festival inteiro. Agora, no Lollapalooza do ano que vem, eles vão cobrar 900 reais inteira e 450 metade, e se você for em apenas um dia, vão cobrar 219, isso já incluindo a entrega do ingresso na sua casa. Sei lá, acho que o povo meio que sacaneia todo mundo porque eles acham que dinheiro brota em àrvore ou devem ser mais obscenos e pensam que a gente toma laxante e senta na privada e sai de lá com um bilhão de reais na carteira. É tudo um grande sofrimento, mas a recompensa é grande… :)

    • avatar Michael 03:46 PM 26/10/2012

      Esse povo tem que ouvir Animals e tomar vergonha na cara.

      Eu acho que a cada vez que o Brasil (o país) cresce mais a sociedade (os brasileiros) decaem e ficam cegos (me deu uma vontade de ouvir Uprising agora).

      Free me, Free me FREE ME FROM THIS COUNTRY !!!!!

  • avatar Monique Acioli no Facebook 11:16 PM 25/10/2012

    O problema dos ingressos caros no Brasil é um só: Chama-se “meia entrada”.

  • avatar Bruno Pompeu Almeida no Facebook 10:22 PM 25/10/2012

    Quero ver,aqui no BR a ticketsforfun/ticketmaster cobrar no próximo deles o capeta a 4 e eles não falarem nada

  • avatar Steff 10:12 PM 25/10/2012

    Odeio meia entrada x.x

    • avatar Henrique Mota 10:42 PM 25/10/2012

      Só porque você paga inteira KKKKKK

      • avatar Monique 11:26 PM 25/10/2012

        Isso de pagar meia entrada é a ilusão das ilusões!
        Quem paga “meia” não está pagando meia coisa nenhuma. Como já é de conhecimento universal a existência da nossa “meia entrada”, o valor é apenas alterado. Assim, o valor da “meia” é na verdade o valor integral, e inteira é o dobro do valor integral. Isso porque a venda do ingresso “meia” é obrigatório, então eles adaptam os valores de modo que não haja perda (ou você acha que o governo está pagando a outra metade do ingresso?).

        Se ainda não entenderam eu vou desenhar:
        Se um show chega no Brasil com inteira R$ 300 e meia R$ 150. Isso quer dizer que o valor integral do ingresso é de R$ 150.
        Se não houvesse a “meia entrada” o ingresso seria R$ 150 parra TODOS.

        Ainda me pergunto quanto tempo vai levar para todo perceberem isso!

  • avatar Edson Custodio no Facebook 10:11 PM 25/10/2012

    Muse sempre os donos da verdade .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Estatísticas

Online desde: 06/09/2008
Versão: 4
Total de visitas: + de 1.275.000
Comentários: + de 10 mil
Fãs cadastrados: + de 3 mil
Núm. de fotos: + de 14 mil
Núm. de páginas: + de 1.400
Núm. de artigos: + de 1.200

Sem contar as redes sociais! Visite:
www.twitter.com/musebr
www.facebook.com/musebr
www.facebook.com/groups/musebr

Aviso Legal

O Muse BR é somente um fã site, criado por fãs, com o objetivo de informar fãs. Não somos e não temos nenhum contato com a banda Muse, sua família ou seus agentes. Todo o conteúdo da marca Muse pertence à banda, seus produtores e/ou à WMG e não temos a intenção de violar seus direitos autorais.