Tudo sobre a banda britânica Muse formada por Matt Bellamy, Dom Howard e Chris Wolstenholme.

Instagram Facebook Twitter

Não mandem o Muse fazer playback

Matéria publicada no site Consequence of Sound sobre a experiência do Muse com restrições às suas apresentações ao vivo. Texto de Joe Marvilli.

O Muse pode continuar a impressionar o povo com as luzes chamativas de seus shows e suas músicas excêntricas. Mas o senso de humor deles não está muito longe disso. Abra o YouTube, busque “Muse funny moments” (meu favorito é a imitação que o baterista Dominic Howard faz do Slipknot), e você vai ver que os membros da banda tendem a liberar o palhaço que existe dentro deles de vez em quando. Como qualquer comediante com amor próprio, eles não gostam exatamente de atender ordens que vêm de cima. Aliás, eles são tão contrários a qualquer tipo de interferência em sua música que acabaram deixando a gravadora dos Estados Unidos, Maverick, depois de terem pedido para retirar os falsetes de Matt Bellamy de várias faixas do Origin of Symmetry.

Felizmente, a tipo de interferência de que estamos falando aqui é bem menos séria. Aparentemente, em vários programas de auditório ou de música da Europa é comum as bandas convidadas fazerem playback. O Muse não engole isso. De jeito nenhum. Então eles fizeram o que podiam para obedecer aos produtores. Aprendendo com o Nirvana, o trio fez seu playback tão óbvio e hilário quanto possível na BBC.

Em 2001, o Muse apareceu no programa Live & Kicking, que estava para ser cancelado, para tocar seu single da época, New Born. Os produtores da BBC disseram que a banda tinha que fingir tocar os instrumentos e que também não poderia haver vocais ao vivo. Então como o Muse reage no vídeo da apresentação? Bem, para começar, Bellamy fica no piano, deslizando suas mãos nas teclas aleatoriamente. Para o caso de isso não transmitir a mensagem, ele logo começar a balançar as mãos no ar, bem longe das teclas que ele devia estar tocando. Assim que a guitarra começa, Bellamy faz alguns dos gestos mais exagerados possíveis durante o riff da introdução e então passa os versos com suas mãos no ar, enquanto a sessão rápida de guitarra toca fora dos autofalantes. Ah, e o baixista Chris Wolstenholme troca de lugar com Howard.

A melhor parte desse vídeo é quão absurdo é o comportamento de Bellamy. Ele segura a guitarra de cabeça para baixo, gesticula aleatoriamente para a platéia, e literalmente rola no chão pelos últimos trinta segundos. Howard faz alguns movimentos também, enquanto fica pulando, arranhando no baixo como se fosse uma guitarra.

O Muse voltou a fazer essa palhaçada depois em outro programa de tv, incluindo a famosa apresentação de Uprising num programa italiano sobre futebol (do por que o Muse estava se apresentando num programa de futebol não tenho a mínima idéia) no qual os três membros da banda trocam de lugar, com Bellamy na bateria, Howard no baixo e Wolstenholme na guitarra. Eles não fizeram isso só na música, mas também na entrevista. Ambas as performances deveriam servir de aviso para os futuros produtores de tv. Deixem o Muse continuarem com seu show. Senão, eles vão te envergonhar e dar risadas sozinhos.

Veja o vídeo do Muse no Live & Kicking:

Fonte: Consequence of Sounds

Comments: 20

  • Cris_of_Cydonia

    3 de agosto de 2010
    reply

    Essa apresentação no Live & Kicking é simplesmente hilária… Mas quem se lembra do último playback que eles fizeram e não tiraram nenhum sarro?? Foi na França??

    • Angie

      4 de agosto de 2010
      reply

      Acho q foi em alguma coisa relacionada a carros… e acho q foi na Alemanha. Era Undisclosed Desires, e p falar a verdade eu tb ñ assisti ñ… queria alguma palhaçada deles, bah…
      Mas acho q nele eles ñ tiraram sarro pq era um evento importante, acho q era um especial d TV. Programa de auditório é q é pra zoar, quem dera q no Brasil tivessemos uma banda como eles naqueles programas irritantes…

  • midias

    4 de agosto de 2010
    reply

    verdade, eles não zoaram nem nada! acho que foi por isso que fiquei com preguiça de assitir!

  • coltsfan

    4 de agosto de 2010
    reply

    eles podem ser um pouco temperamentais de vez em quando…

  • Angie

    4 de agosto de 2010
    reply

    Eu aaaaamo o playback de Uprising na Itália! Eu quase passei mal de rir com as caras e bocas do Matt na bateria, apontando pro público com a baqueta, fora o Dom dando a entrevista e a apresentadora dando em cima dele sem nem imaginar do q “The Myoouuuseeee” se tratava… e eu ri qdo vi q a namorada ñ foi trocada, só passou a ser do baterista rsrs
    E aliás… aquela apresentadora é nojenta, aquela cara de q nem sabe o q está fazendo ali… huahuahauhauhaua
    Eu achava q só o Brasil tinha apresentadoras assim u.u

    Eles estão certíssimos em fazer palhaçada, pq playback é um desrespeito com qualquer banda.

    • Izaa.

      4 de agosto de 2010
      reply

      kkkkkkkk, tbm ameeeei o que eles fizeram no programa na Itália!!! Isso mostra que eles não sao bandas de fazer playback, e sim tocar ao vivo. quem sabe faz ao vivo!

      • Maria Luiza

        4 de agosto de 2010
        reply

        ADOOOOROOOO, isso que é o legal deles

  • Laisa

    4 de agosto de 2010
    reply

    Adoro! *_*

  • Marii.

    4 de agosto de 2010
    reply

    Eu fiquei roxa de tanto ir da apresentação deles no programa da Itália. O Chris disfarçou bem a guitarra e o Matthew simplesmente fez o que veio a cabeça dele. E os italianos não desconfiaram do playback na canção, pensaram que banda estava tocando normalmente.

  • dannyy

    4 de agosto de 2010
    reply

    Eu amo uma que eles tocam Showbiz com meias na cabeça, e tem outra que a música me fugiu da cabeça completamente agora.

  • yasmim

    4 de agosto de 2010
    reply

    Deixa o playback pra Britney!

  • Cris_of_Cydonia

    5 de agosto de 2010
    reply

    E a cara do Matt nessa foto é a melhor! Dá vontade de dar uma bitoca =*

    • yasmim

      5 de agosto de 2010
      reply

      É vdd,esse biquinho dele….

      • Izaa.

        5 de agosto de 2010
        reply

        Aii que sedução!!! Dá vontade de dar uma bitoca [2]

  • Paula Longhin

    6 de agosto de 2010
    reply

    Hahahaha! Por isso eu os amo. MUSE não é qualquer banda. Como as que existem por aí que deixam a gravadora mandar, eles querem fazer a música deles, do jeito deles e eles fazem. Essas apresentações são hilárias essa do Live & Kicking dá pra chorar fácil de rir com o Matt, hahahahahahahahaha!

  • hanna s.

    6 de agosto de 2010
    reply

    O Live & Kicking é o mais hilário, justamente o que o cara descreveu, o Matt mexendo as mãos na hora da intro de New Born XD

    E o melhor do da Itália é a entevista com o Dom depois. “Our drummer here, Matt” <3

    • Mariana Freire

      4 de novembro de 2013
      reply

      Vc tem o video disso? deve ser hilário kkkk

  • Pou

    9 de agosto de 2010
    reply

    NOOOOOOOSSA ! Os Meninos são incriveis!!! Eles devem ter se se duido de tanto rir … Com toda a certeza o cara deve ter ficado humilhado.

  • eu

    26 de setembro de 2010
    reply

    o playback e pra britney!!

  • MieBellamy

    24 de novembro de 2010
    reply

    Playback é só para quem nãopode

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: