Tudo sobre a banda britânica Muse formada por Matt Bellamy, Dom Howard e Chris Wolstenholme.

Instagram Facebook Twitter

Muse e a escolha certa no primeiro dia de Lollapalooza 2011

Lollapalooza 2011

A muser Daniele Hingst, que esteve presente e ainda está lá em Chicago para conferir o festival Lollapalooza, nos mandou uma impressão de como foi o show do Muse por aqueles lados.

Confira uma resenha feita por ela e ainda algumas fotos do palco.

Um festival de proporções gigantescas. Essa foi minha primeira impressão do Lollapalooza 2011, no Grant Park, em Chicago. Uma organização que nunca presenciei antes, considerando a quantidade de pessoas que se encontravam no mesmo lugar. Todos respeitando filas, seja na entrada ou nas diversas opções de restaurantes lá instalados. Não vi uma briga, um empurrão sequer, nada! Assustadoramente organizado. Poderia servir de exemplo pra muita coisa aí no Brasil.

Enfim, depois de um mini-tour pelo parque (andei horrores, almocei, tirei fotos, gastei na lojinha) já não tinha muito mais o que fazer, senão esperar pelo show do Muse, que começaria pontualmente as 20:15. Fui em direção ao palco Music Unlimited, por volta das 16 horas (sim, super cedo) e pude assistir o show do White Lies. Desde então, fiquei lá, na grade, no lado do Chris do palco, esperando pacientemente, debaixo de um sol capaz de fritar um ovo no asfalto.

Show do White Lies bem animado, depois foi A Perfect Circle (na boa, não curti, não é minha praia esse rock pesado slow emo). Foi a hora mais longa da minha vida, porque o bendito show não terminava. Aí acabou! Ufa!

Depois mais uma horinha pra finalizar a arrumação do palco, quando o sol já estava se pondo, os “Twilight fans” já começavam a dar seus gritinhos histéricos (sim, MUITOS twilight fans, daquelas que conhecem Muse pelo que pesquisaram na Wikipedia).

Foto tirada pela Daniele da platéia. Clique aqui e confira mais fotos em nossa galeria.

Foto tirada pela Daniele da platéia. Clique aqui e confira mais fotos em nossa galeria.

20:15 – A banda sobe ao palco e o meu coração sobe até a garganta. Aquela ansiedade da tarde foi trocada pela emoção (isso porque nem é meu primeiro show deles). Começam com Uprising, e logo na sequência SBH e Hysteria, onde literalmente deixou o público histérico (foi a que a galera mais vibrou e pulou). Show seguindo em frente quando tive a prova que muitas das pessoas que estavam ali perto eram twilight fans. Muse mandou Citizen ErasedCITIZEN!!!!!! Foi aí que meu coração entrou em colapso!

Enquanto as twilights ficaram com cara de “Ué, que música é essa” eu e mais alguns brasileiros que estavam lá na frente comigo fomos ao céu e voltamos. Citizen é algo que faz com que qualquer muser de verdade tenha um treco!

 

O show seguiu rolando (não consigo lembrar o setlist na ordem, pois estava em êxtase), outro momento único (na minha humilde opinião) foi um trechinho de House of the Rising Sun. Coisa linda! Pena que foi só um trechinho.

Perto de finalizar a primeira parte do show, quando rolou Stockholm Syndrome, nós percebemos que não só o público estava inspirado e extasiado com o show, até Bellamy em seu ápice atira mais de uma vez (isso mesmo!) sua Manson na bateria do Dom até destruir com o bumbo!

Primeira parte do show encerrada. A equipe corre para reparar os danos (que pareciam ser irreversíveis) quando a banda prova o contrário e volta com Plug in Baby. Na boa, não é pra qualquer um! Plug rolando e os balões voando na galera, logo após começa a introdução dolorosa de Man with a Harmonica (dolorosa porque sei que o show está no fim) e a destruidora Knights of Cydonia. Nesse momento, nenhum ser vivo assistindo aquele show ficou parado em seu lugar. 80 mil pessoas pulando. Algo tão gigantesco como todas as proporções que eu pude presenciar no festival.

Devo mencionar que o Muse não era considerado (pelo menos aqui) o principal headline da noite? Que em outro palco rolava o show do Coldplay? Como Matt mesmo disse durante o show, “we did the right choice that night!

 

Confira aqui o set list completo do show

Written By

A equipe mais animada, doida, faladeira e confusa que um fã clube de Muse poderia ter. Nós amamos Muse de todo o coração assim como (a maioria) dos seus fãs. A dedicação é de coração.

Comments: 16

  • Makika

    7 de agosto de 2011
    reply

    Muuuuito legal 🙂
    Eu queria ter visto a cara dessas twilight fans que ACHAM que sabem algo de Muse quando não reconheceram Citizen Erased. tsc tsc tsc
    Ah, peraí, eu não tava lá ç_ç

  • rittamm

    8 de agosto de 2011
    reply

    Ainda bem que não sou a única a achar as Twilight fans uma treta… não sabem o que é Muse!!
    Boa reportagem 😉

  • musemaniac14

    8 de agosto de 2011
    reply

    não sei sei vcs já perceberam, mas o baixo do Chris ta muito engraçado com aquele negócio de luzes, outra apresentação maravilhosa de citizen, CITIZEN!!! sempre tenho arrepios quando vejo ao vivo, o Matt provando que pode ter engorgado, mas a voz ta tão boa quanto sempre e o Dom sem mangas, muito legal, mas solto do que o normal e é o que da impressão de que vai ser o 6º albúm, algo mais leve em comparação ao TR e seus temas politicos e oriundos da panspermia, eu não sei vcs, mas eu estou contando os dias pro Reading e Leeds, com o OOS na íntegra, de preferencia todo em seguida, será como ouvir o albúm só que ainda mais vivo e intenso mesmo que seja da tela, imagine pra quem vai estar lá podendo curtir ao vivo, vai ser DEMAIS, mas espero que daqui a alguns anos eles decidam tocar o albúm todo de novo, se possível todos (Show, Ab, BHaR, TR…) para que eu possa ve-los ao vivo ao menos uma vez, acreditem “they did the right choice that night”…

  • Coltsfan

    8 de agosto de 2011
    reply

    hm

  • musemaniac14

    8 de agosto de 2011
    reply

    eu conheci muse por causa de Twilight, mas dai a não se aprofundar na banda e se tornar um fã obcecado (como seu hoje) é um crime, tb não gosto desse tipo de publicidade, deixa a banda conhecida demais de modo poser, prefiro que seja taxada como indie, nao pop, mas eu espero ver uma música deles no 4 filme da série, quem sabe algo novo, um novo single nunca é má ideia…
    se esse sucesso artificial facilitar a vinda da banda a américa tá valendo…

  • Michael

    8 de agosto de 2011
    reply

    Resumindo… MUSE é foda com e sem fans twilight e como musemanic disse:
    pode até comnhece-los através do filme, mas só ouvir e conhecê-los atraves de SMBH e NSC. Para mim isso não é digno de ser chamado de “fã”

  • Michael

    8 de agosto de 2011
    reply

    Outra coisa, eu gosto de crepusculo, MAS somente do livro, pois a adaptação ficou um pé no saco. só tem putaria e meninas histéricas.

  • Michael

    8 de agosto de 2011
    reply

    Outra coisa, eu gosto de crepusculo, MAS somente do livro, pois a adaptação ficou um pé no saco. só tem abdomes definidos e meninas histéricas.

    • Bruna

      8 de agosto de 2011
      reply

      exatamente igual 🙂 assim cmo vc e o musemaniac, conheci o muse pela saga crepusculo, isso nao quer dizer que eu seja poser, pelo contrario, amoo eles, independente do crepusculo, e tbm nao adianta xingar a saga, lembrem se de que foi escrita por uma muser 😉

  • Gi.Dias

    8 de agosto de 2011
    reply

    Esses Twilighters , a maioria é Poser , quero agradecer a Muser que tirou fotos e comentou sobre o show para Nós *-*

  • Coltsfan

    9 de agosto de 2011
    reply

    ai, esse assunto de novo! =S

  • Izaa.

    9 de agosto de 2011
    reply

    MUITO legal!! aah, esses twilight fans….

  • renato

    10 de agosto de 2011
    reply

    muito massa o show e tudo mais
    mas eu queria que o Muse tivese liberado o show pra ser transmitido ao vivo pelo youtube com as outras bandas fizeram:S

  • dannyy

    13 de agosto de 2011
    reply

    So for once in my life, let me get what I want (show do MUSE lógico) lord knows it will be the first time.

  • dannyy

    13 de agosto de 2011
    reply

    musemaniac14 “…Matt provando que pode ter engorgado…” Até que enfim alguém falou do buchinho do Matt!!! Porque do (ex)buchinho (lindo e super sexy by the way) do Chris, todo mundo falava né?

  • Gi.Dias

    14 de agosto de 2011
    reply

    Então Muse , Vem pro Lolla Br?

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: