Tudo sobre a banda britânica Muse formada por Matt Bellamy, Dom Howard e Chris Wolstenholme.

Instagram Facebook Twitter

Retrospectiva Muse 2012

2012 para nós, musers, sem dúvida se resume em dois fatos: lançamento do The 2nd Law e confirmação da banda no Rock in Rio 2013. Mas muitas outras coisas interessantes aconteceram este ano, e para quem não acompanha assiduamente o site, vamos relembrar algumas delas.

Quando o ano de 2012 começou a banda estava de férias das turnês e preparavam seu novo álbum, que segundo a NME era um dos mais esperados do ano. Mas como novo álbum significa mais uma ovelha no rebanho do pastor Christopher “Fértil” Wolstenholme, em Janeiro nasceu Teddi Dorothy. Chris mais uma vez não nos decepcionou.

Agora já pulamos direto para Março, mês em que a banda aumentou sua coleção de prêmios da NME Awards, e também mês em que um blogueiro brasileiro cogitou uma vinda da banda para o Brasil ainda neste ano (o que não aconteceu). O interessante é que, lendo esta matéria agora e sabendo que a banda virá ao Brasil em 2013, podemos quase dizer que uma das bandas que tocará no mesmo dia do Muse no festival carioca é a Happy Mondays, pois veja bem, o boato partiu deles, que não estavam certos quanto ao ano mas a vinda da banda foi acertada. Mas só mesmo a organização do Rock in Rio para confirmar.

Chegávamos agora em Maio, a banda ainda longe de voltar aos palcos, mas já começávamos a ficar loucos e eufóricos com tudo o que começa a acontecer a partir de então, pois a banda simplesmente resolveu carregar a Chama Olímpica no revezamento da tocha. Todos nós assistimos online e ao vivo tal façanha, e ficamos rindo feito bobos ao ver nossos astros presentes em ocasião tão importante. Matamos a saudade dos caras, e logo todos nós já começamos a especular uma participação da banda no Show de Abertura das Olimpíadas, o que infelizmente não viria a acontecer.

[tscopper from=”image” id=”,12511″]

Nos meses que se seguiram as notícias foram nos deixando cada vez mais apreensivos. Em junho a banda anunciou finalmente o nome do seu novo álbum, deixando muitos fãs, e a mídia, desconfiados, irritados e surpresos com a prévia cheia de dubstep do seu novo trabalho. Na oportunidade a banda também anunciou os primeiros shows de sua nova turnê. E finalmente, Survival. A primeira canção liberada na íntegra (e que surgiu como tema oficial das Olimpíadas) causou dúvidas e suspeitas por toda parte. Seria o novo trabalho do Muse cheio de dustep ou não, já que Survival se mostrou diferente do trailer? Matthew, em entrevista para a NME, explica: “O The 2nd Law será bem diversificado“.

Em julho a banda revela as músicas do seu novo álbum, e os fãs, muito espertos, descobrem antes da hora a duração de cada faixa. Teríamos um álbum de mais de 50 minutos, e uns já reclamavam ser pequeno enquanto outros lembravam que seria o segundo mais longo da carreira da banda. Começavam a se espalhar rumores de que os cinemas europeus exibiriam um nunca existente show de lançamento do The 2nd Law, e não deu tempo nem de os ânimos se acalmarem para a banda criar mais uma polêmica: revelam a capa do seu novo CD, um brócolis colorido mapeamento cerebral feito por um laboratório americano.

The 2nd Law

A esta altura todos já estavam sabendo que o álbum seria lançado dentro de um mês, se não fosse um infeliz adiamento de planos, jogando o lançamento do disco para Outubro, e todos já se perguntavam quando o CD do Muse iria vazar para acabar de vez com tantos rumores e especulações tão controvérsias sobre o novo álbum.

Mas todo mundo esqueceu rapidinho a frustração que sentiam pelo adiamento do CD quando a banda finalmente se exibiu na Cerimônia de Encerramento das Olimpíadas. Não há como descrever a emoção de ver a banda ao vivo após tanto tempo, e com um bônus, ela estava em canais abertos da TV brasileira, e seu som orquestral invadindo os lares tupiniquins!

[tscopper from=”image” id=”,12719″]

O brilho das Olimpíadas em agosto ofuscaram, mas não nos deixaram esquecer que também havia sido liberada por completo mais duas músicas: Unsustainable e Madness, este sendo o novo e bem elogiado Single, uma canção tão diferente de tudo que Matthew já criou que até eu duvidei, de início, que era uma música da banda. Mas o clipe do single demorou mais alguns dias para ser lançado, e quando saiu, já não fez tanto barulho quanto merecia.

Já chegamos em Setembro, e a banda já estampava a capa de várias revistas por toda parte do globo, enquanto ao mesmo tempo era acusada de plágio. Por causa de Madness, e suas influências vindas do U2 e Queen? Não. Por causa de Exogenesis! Isso mesmo, aquela melodia de 3 partes lançada lá em 2009! Mas o assunto não rendeu e ninguém está dando atenção a isso, se a ideia era prejudicar a banda, não funcionou.

Foi aí que a banda começou a se apresentar ao vivo novamente, após aquela festa nas Olimpíadas, mas logo na primeira aparição Matthew esquece a m*rda da letra! É claro que isso tudo é lembrando como algo apenas engraçado, o que mostra até mesmo grandes astros da música internacional também são humanos, e todo mundo tem direito de errar.

Dias mais tarde, após uma atividade meio confusa para liberar Isolated System, todos já não aguentavam mais a espera e as pessoas começaram a vigiar, literalmente, cada canto da rede mundial de computadores. Estavam todos certos (mas muito errados) de que a gravadora não podia mais segurar um CD, e que as músicas iriam vazar cedo ou tarde. O CD não vazava, mas a Warner não confiou no seu próprio taco e, antes que alguém fizesse, liberou ela mesma vários streamings completos do CD, uma semana antes do previsto. E aí a bomba explodiu! A partir desse dia a legião de fãs da banda foi dividida em duas classes: os que amavam o The 2nd Law, e os que o odiavam, e até hoje está assim.

Antes de terminar o mês a banda ainda respondeu perguntas dos fãs e se apresentou no iTunes Festival, fechando o festival. Evento este que o mundo inteiro pôde ver e rever.

Em 1º de Outubro o álbum fora oficialmente lançado, e também mais um vídeo, o de Isolated System. Enquanto isso o novo álbum vendia milhares de cópias (inclusive no Brasil) e a banda surpreendia com seu palco pirâmide.

Nos bastidores, a animação japonesa de Exogenesis Symphony: Part 3 fora oficializada e Chris participava do Movember. A banda seguia com sua turnê e os ânimos se acalmavam, até que uma notícia nos pega de surpresa. Por todo lugar só se falava isso, e até eu, ao acessar o Muse BR, achei que o site havia sido invadido ao me deparar com a informação inesperada de que a banda estava confirmada para o Rock in Rio 2013, sem fazer nenhum alarde! Mas felizmente era verdade, e mais tarde fora confirmado no site oficial da banda que o trio passará por aqui no dia 14/09/13 e serão nada menos do que eles merecem, a atração principal do dia!

rock-in-rio-2011

Mas após a boa notícia Matthew mostra mais uma vez ser humano e quebra o pé. Felizmente nada grave, e a banda volta aos palcos alguns dias mais tarde como se nada tivesse acontecido. Lançam o videoclipe de Follow Me, segundo single do CD, e deixam muitos insatisfeitos (os fãs do Muse estão sempre insatisfeitos) pela má edição do vídeo.

E assim chegamos aos dias atuais, pois o último fato do ano foi o presente de Natal que a banda deixou aos fãs. É claro que a banda levou para casa muitos outros prêmios que não citamos aqui, e que ela também surpreendeu bastante ao tocar músicas há anos aposentadas na sua turnê, além de participar de vários eventos, dar várias entrevistas e fazer muitas outras coisas. Mas tentamos resumir da melhor maneira tudo o que foi 2012 para nós.

Certos de que o Muse BR contribuiu muito com os fãs brasileiros neste ano, desejamos a todos um excelente e próspero 2013, e que no novo ano a gente esteja aqui para dividir com vocês todos os momentos épicos que estão à nossa espera.

Feliz ano novo!

Comments: 10

  • Vitor Marini no Facebook

    30 de dezembro de 2012
    reply

    Muito boa a retrospectiva o/

  • MUSE BR no Facebook

    30 de dezembro de 2012
    reply

    Vixi, já leu tudo?!

  • Vitor Marini no Facebook

    30 de dezembro de 2012
    reply

    Uhum hahaha…vi no post do tt 🙂

  • Bela retrospectiva!

  • cintia_r_muse

    30 de dezembro de 2012
    reply

    Equipe musebr, com certeza, no que diz respeito a aproximação dos musers brasileiros e a banda, vocês contribuiram muitíssimo! Que venha 2013 e com ele o dia 14 de setembro para que possamos todos juntos compartilhar os momentos incríveis que certamente o muse irá nos proporcionar!

  • Thay

    30 de dezembro de 2012
    reply

    Adorei a retrospectiva! E que 2013 seja um ano muito “musificado” ahuahau

  • Taty

    31 de dezembro de 2012
    reply

    Bela retrospectiva! Feliz 2013 a vocês do Muse BR e tenho certeza que continuarão nos ajudando sempre e sempre com noticias e fatos dos nossos ídolos prediletos *-*

  • Michael

    31 de dezembro de 2012
    reply

    Competência do Musebr = 10 (00000000000000….0000)
    O Maior fã site do Brasil!! Parabéns!!
    Não é à toa que os Musers são os fãs mais dedicados.
    Ótimo 2013 para todos da equipe e também para todos os Musers.
    Nos vemos no RiR (se eu (e vocês) puder ir).

  • Jessyca Maria

    31 de dezembro de 2012
    reply

    “lares tupiniquins” KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Essa equipe do musebr está de parabéns. Perfeita retrospectiva, seu s lindos e um feliz happy new ano novo ;D

  • Henry Gustavo

    2 de janeiro de 2013
    reply

    Brócolis colorido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk’ Essa foi foda..

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: