Tudo sobre a banda britânica Muse formada por Matt Bellamy, Dom Howard e Chris Wolstenholme.

Instagram Facebook Twitter

[Palco Mundo] Line-up do dia 14 completo!

Rock in Rio não para de tomar forma. Agora é a vez de Florence and The Machine e Thirty Seconds to Mars serem confirmados no festival. Anteriormente, Capital Inicial também foi confirmado para abrir a noite.

As bandas fecham a escalação do Palco Mundo no dia 14 de setembro, mesma data do headliner Muse. Confira a ordem das apresentações no line-up do site.

rock-in-rio-2013

Florence and The Machine

Liderada por Florence Welch, conhecida pelo seu vozeirão, a dobradinha Florence and The Machine é resultado da combinação entre soul rock alternativo. No palco, além da presença única da Florence, a banda ganha um toque especial com a presença de um harpista.

Seu álbum Lungs, lançado em 2009, vendeu 3,5 milhões de cópias em todo o mundo. De lá para cá, o sucesso da banda foi incontestável. O título arrecadou MasterCard British Album Award no BRIT Awards de 2010 e, no 53º Grammy Awards, recebeu uma nomeação na categoria Artista Revelação. O segundo disco da banda veio em 2011, Ceremonials – logo na estreia foram mais de 2,1 milhões de discos vendidos. Com ele, a banda conquistou o primeiro lugar no Reino Unido e o sexto na Billboard Americana. Em 2012, lançou o terceiro trabalho, o primeiro ao vivo, gravado em Nova Iorque.  O single “Spectrum (Say My Name)” cravou o primeiro no lugar no Reino Unido em julho do mesmo ano. No Brasil, “Dog Days are Over” e “Shake it Out” são hits consagrados.

Thirty Seconds to Mars

Formada pelos irmãos Jared Leto (vocal, guitarra e guitarra acústica) e Shannon Leto (bateria, guitarra acústica e percussão), e também por Tomo Milicevic (guitarra, violino, teclado e guitarra acústica), Thirty Seconds to Mars, nasceu em 1998 na Califórnia (USA).

Com influências de Pink FloydKiss e Alice Cooper, a banda tem na bagagem mais de 6 milhões de discos vendidos em todo o mundo e está, desde o ano passado, produzindo o seu quarto álbum. O primeiro single do novo trabalho está previsto para ser lançado até o fim de março e traz o nome “Up in the Air”.

Thirty seconds to Mars tem inúmeros prêmios. Entre eles um MTV Video Music Award; três MTV EMA; MTV Latina, Ásia e Austrália Awards; além de um prêmio Fuse e três Kerrang! Awards. Nas redes sociais, a banda é aclamada por mais de um milhão de fãs no Facebook e seus vídeos já foram exibidos mais de 300 milhões de vezes no YouTube.

Capital Inicial

O Capital Inicial vem fazer companhia ao Sepultura e ao Ivan Lins na seleção nacional da Cidade do Rock.

Pela quarta vez no palco do festival, o vocalista Dinho Ouro Preto garante que apesar da experiência, tocar no Rock in Rio é sempre uma emoção diferente: “O Rock in Rio é único para nós artistas. Ou você sai de lá muito grande ou pequeno. Não tem meio termo. Subiremos neste palco pela quarta vez e sempre temos experiências únicas.”

Para o show desse ano, a banda promete trabalhar canções do último disco, Saturno (2012), além dos já consagrados hits e até uma participação especial, ainda em segredo. Eles se apresentam no Palco Mundo dia 14 de setembro, mesmo dia dos ingleses do Muse.

A banda é formada pelos irmãos Fê Lemos (bateria) e Flávio Lemos (baixo), Dinho Ouro Preto (voz) eYves Passarell (guitarra).

E não custa lembrar: a venda de ingressos acontece em abril, a partir do dia 4. Fique ligado, novas informações por aqui.

Comments: 6

  • Bruno Pompeu

    28 de fevereiro de 2013
    reply

    Broxei…esperava por bandas diferentes ou grandes como o Muse…

  • Cecília

    1 de março de 2013
    reply

    Bom esperava algo totalmente diferente “mais do meu gosto” claro aushuahsausa mas gostei 😀
    ótima mistura!! agora é torcer para garantir um dos 90 mil ingressos!

  • Luís Felipe Herrera

    1 de março de 2013
    reply

    kct sensacional! capital, 30seconds e MUSE mano, MANO ‘-‘ preciso ir

  • Michael

    1 de março de 2013
    reply

    Adorei, tava pensando em Arcade Fire e/ou The Vaccines (quem sabe até Gossip), mas…

    Amo Florence + The Machine. Não gosto muito de 30stM (conheço só algumas músicas), porém o Jared canta que é uma beleza.
    Apesar do preconceito, Flo+Machine é muito bom. O Lungs é um pouco “esquisito”, mas o Ceremonials… (só pelo nome já é foda) é ritual céltico na veia. O bom de F+M é que eles fazem um rock leve (mas com percussões fortes) com temas pesados e com harpa. Putz! Me diz outra banda de rock (de rock não de metal) que usa harpa? Não tem (Sr. Ignorância)!!!

    Imaginem a cena:
    A Flo grita de lá, Jared responde (gritando) de cá e o Matt grita e quebra a guitarra no final.
    Vai ser O orgasmo das orelhas…

  • Marii.

    3 de março de 2013
    reply

    Gosto muito de Florence + the Machine e de 30 Seconds To Mars, mas não sei se pagaria o ingresso para ver eles, só o Muse seria suficiente para mim. Um amigo meu foi no show dela ano passado (retrasado?) e disse que ela encurta os setlists dela para no máximo 10 músicas – no Planeta Terra, que eu fui ano passado, o limite de músicas por bandas era 12 e as headliners deviam tocar no máximo 15, então – e falou que ela enrola muito na hora de encerrar as canções dela, que ela faz muita pausa e muita instrumentação. Amo ela, amo mesmo, mas não sei se teria paciência de esperar ela encerrar ‘Dog Days Are Over’ ou ‘Shake It Out’ depois de quase seis minutos, e ela já fez isso mais de uma vez. Sei lá, paciência é uma dádiva para alguns fãs e uma maldição para outros.

  • Jo Niela

    5 de março de 2013
    reply

    Previsão de mais shows no Brasil? Depois de 2011 nunca mais pretendo entrar ali, a não ser pra ver meus xodos, Muse e Maroon 5, tendo show em sp dispenso o RIR sem problemas.

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: