Tudo sobre a banda britânica Muse formada por Matt Bellamy, Dom Howard e Chris Wolstenholme.

Instagram Facebook Twitter

FLASH MOB MUSE BR!

CHRISODEIA

 

E aí, galera! O que muitos estavam esperando: a definição sobre o tradicional Flash Mob que o MUSE BR promove nos shows da banda aqui no Brasil desde o Rock in Rio 2013, e também no show que a banda fez no Lollapalooza 2014, em São Paulo. Os dois Flash Mobs contaram com a participação massiva da plateia, que levou ao local dos shows placas feitas pelo MUSE BR a serem levantadas em determinados momentos de certas músicas, sendo a Madness em 2013 e a Knights of Cydonia em 2014.

 

Após muitos pedidos e requisições, decidimos que, para os shows de 2015, teríamos outras ideias tão legais quanto as placas foram nos anos passados. A chave para que um Flash Mob tenha sucesso é que ele seja criativo, lindo de se ver (do palco, claro, já que ele é feito para mostrar o poder e o amor dos fãs a banda), barato e prático de realizar (para aumentar o máximo a adesão dos fãs). Depois de muita conversa e deliberações, formulamos o Flash Mob que realizaremos nos shows do Rio de Janeiro e de São Paulo em 2015!

O Flash Mob nos shows de 2015 se baseiam em uma ideia muito simples: O uso coordenado de Smartphones! Antes de explicar o Flash Mob, vamos conversar um pouco sobre o uso deles durante os shows.

 

De acordo com os últimos pronunciamentos da banda, especialmente do Chris sobre o uso de celulares durante o show, gostaríamos de aconselhar que o público EVITE AO MÁXIMO utilizar celulares e câmeras durante o show. Tirar algumas fotos rápidas, pra lembrar o momento, filmar no máximo um minuto de sua música favorita durante o show todo, nada disso afeta a experiência pessoal do concerto, caso o smartphone seja usado rapidamente, e o foco se centre na relação banda e plateia. Vamos nos esforçar para deixar o celular no bolso. Manter as memórias do show na mente é a melhor forma de registrar o momento.

 

O MUSE BR já estimulou o uso de celulares para gravar os shows e ajudar o Muse DVD BR a construir DVDs não oficiais dos shows da banda no Brasil, especialmente o da abertura do U2 em 2011, shows de 2008 e o Lollapalooza 2014, que originalmente seria feito o Grand Metropole. Porém, hoje entendemos, somando as declarações da banda sobre o uso de celulares, que realmente há um prejuízo da experiência do show com o uso constante deles durante o mesmo, e hoje assumimos uma posição contra o uso excessivo dos smartphones nos shows.

 

 

DEAD INSIDE!
 

dead-inside-video-muse

 

Porém, para esse Flash Mob, vamos pedir que TODO O PÚBLICO utilize um aplicativo a ser disponibilizado pelo MUSE BR, para Android e iOS, que emite luzes sequenciais, a ser usado durante Dead Inside, precisamente após o segundo refrão, em 2:35.

 

Lanterna – Tiny Flashlight ®

Luxylight

Flashlight

unnamed Captura de Tela 2015-09-30 às 14.38.59 flashlight
Há vários aplicativos para Android. Nós testamos este e gostamos. Favor utilizá-lo no tipo mais lento de pisca-pisca da lanterna. Ele tem poucas opções, mas a função de “raio” servirá para o nosso propósito. Disponível para iOS (iPhone). Possui uma barra que aumenta e diminui a velocidade do pisca-pisca! Dica por Wallace Maciel.

Clique aqui para assistir um vídeo explicando como vai funcionar

 

 

POR QUE DEAD INSIDE?
 

muse-_-dead-inside-_-video-shoot-_-april-2015A música representa a nova fase do Muse, homenageia o recém lançado álbum Drones, e facilita a aplicação do Flash Mob por ser uma música mais lenta, e que pode manter o público mais concentrado em realizar a pequena tarefa, de acender os flashs das câmeras com o aplicativo a ser disponibilizado na hora determinada. Dead Inside fala sobre sentimentos profundos dentro das relações humanas, assim como é o sentimento dos fãs e a banda. Por apresentar a melhor letra do Drones, Dead Inside merece a homenagem.

 

 

 

 

POR QUE ESSE FLASH MOB?
 

muse-_-brighton-dome-23-march-2015Além de poder fazer um trocadilho com a expressão Flash Mob, utilizando um aplicativo no celular que manipulará o flash do mesmo, a brincadeira visual vai transparecer uma unidade conjunta do público, que estará em sintonia com a letra de Dead Inside. “But there’s nothing there, light only shines from those who share.” Seremos as luzes que estarão presentes no grande espetáculo do Muse. Para isso, contamos com uma atividade muito simples, que é disseminar o aplicativo entre as pessoas que estarão nos shows, sem qualquer gasto a não ser a bateria do celular, e a devida orientação para executar corretamente o Flash Mob. Contamos com o público para que tenhamos, todos juntos, sucesso!

 

Dessa vez, será um espetáculo mais íntimo da banda com os fãs, sem festivais, sem headliners ou bandas, ou múltiplos palcos, e vamos mostrar mais uma vez porque o público brasileiro é um dos melhores do mundo.

Aguardamos todos vocês nos dias 22 e 24 de Outubro!

Written By

A equipe mais animada, doida, faladeira e confusa que um fã clube de Muse poderia ter. Nós amamos Muse de todo o coração assim como (a maioria) dos seus fãs. A dedicação é de coração.

Comments: 12

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: