[Palco Mundo] Line-up do dia 14 completo!

Rock in Rio não para de tomar forma. Agora é a vez de Florence and The Machine e Thirty Seconds to Mars serem confirmados no festival. Anteriormente, Capital Inicial também foi confirmado para abrir a noite.

As bandas fecham a escalação do Palco Mundo no dia 14 de setembro, mesma data do headliner Muse. Confira a ordem das apresentações no line-up do site.

rock-in-rio-2013

Florence and The Machine

Liderada por Florence Welch, conhecida pelo seu vozeirão, a dobradinha Florence and The Machine é resultado da combinação entre soul rock alternativo. No palco, além da presença única da Florence, a banda ganha um toque especial com a presença de um harpista.

Seu álbum Lungs, lançado em 2009, vendeu 3,5 milhões de cópias em todo o mundo. De lá para cá, o sucesso da banda foi incontestável. O título arrecadou MasterCard British Album Award no BRIT Awards de 2010 e, no 53º Grammy Awards, recebeu uma nomeação na categoria Artista Revelação. O segundo disco da banda veio em 2011, Ceremonials – logo na estreia foram mais de 2,1 milhões de discos vendidos. Com ele, a banda conquistou o primeiro lugar no Reino Unido e o sexto na Billboard Americana. Em 2012, lançou o terceiro trabalho, o primeiro ao vivo, gravado em Nova Iorque.  O single “Spectrum (Say My Name)” cravou o primeiro no lugar no Reino Unido em julho do mesmo ano. No Brasil, “Dog Days are Over” e “Shake it Out” são hits consagrados.

Thirty Seconds to Mars

Formada pelos irmãos Jared Leto (vocal, guitarra e guitarra acústica) e Shannon Leto (bateria, guitarra acústica e percussão), e também por Tomo Milicevic (guitarra, violino, teclado e guitarra acústica), Thirty Seconds to Mars, nasceu em 1998 na Califórnia (USA).

Com influências de Pink FloydKiss e Alice Cooper, a banda tem na bagagem mais de 6 milhões de discos vendidos em todo o mundo e está, desde o ano passado, produzindo o seu quarto álbum. O primeiro single do novo trabalho está previsto para ser lançado até o fim de março e traz o nome “Up in the Air”.

Thirty seconds to Mars tem inúmeros prêmios. Entre eles um MTV Video Music Award; três MTV EMA; MTV Latina, Ásia e Austrália Awards; além de um prêmio Fuse e três Kerrang! Awards. Nas redes sociais, a banda é aclamada por mais de um milhão de fãs no Facebook e seus vídeos já foram exibidos mais de 300 milhões de vezes no YouTube.

Capital Inicial

O Capital Inicial vem fazer companhia ao Sepultura e ao Ivan Lins na seleção nacional da Cidade do Rock.

Pela quarta vez no palco do festival, o vocalista Dinho Ouro Preto garante que apesar da experiência, tocar no Rock in Rio é sempre uma emoção diferente: “O Rock in Rio é único para nós artistas. Ou você sai de lá muito grande ou pequeno. Não tem meio termo. Subiremos neste palco pela quarta vez e sempre temos experiências únicas.”

Para o show desse ano, a banda promete trabalhar canções do último disco, Saturno (2012), além dos já consagrados hits e até uma participação especial, ainda em segredo. Eles se apresentam no Palco Mundo dia 14 de setembro, mesmo dia dos ingleses do Muse.

A banda é formada pelos irmãos Fê Lemos (bateria) e Flávio Lemos (baixo), Dinho Ouro Preto (voz) eYves Passarell (guitarra).

E não custa lembrar: a venda de ingressos acontece em abril, a partir do dia 4. Fique ligado, novas informações por aqui.

The following two tabs change content below.

Steff

Latest posts by Steff (see all)

COMENTÁRIOS

Previsão de mais shows no Brasil? Depois de 2011 nunca mais pretendo entrar ali, a não ser pra ver meus xodos, Muse e Maroon 5, tendo show em sp dispenso o RIR sem problemas.

Gosto muito de Florence + the Machine e de 30 Seconds To Mars, mas não sei se pagaria o ingresso para ver eles, só o Muse seria suficiente para mim. Um amigo meu foi no show dela ano passado (retrasado?) e disse que ela encurta os setlists dela para no máximo 10 músicas – no Planeta Terra, que eu fui ano passado, o limite de músicas por bandas era 12 e as headliners deviam tocar no máximo 15, então – e falou que ela enrola muito na hora de encerrar as canções dela, que ela faz muita pausa e muita instrumentação. Amo ela, amo mesmo, mas não sei se teria paciência de esperar ela encerrar ‘Dog Days Are Over’ ou ‘Shake It Out’ depois de quase seis minutos, e ela já fez isso mais de uma vez. Sei lá, paciência é uma dádiva para alguns fãs e uma maldição para outros.

Adorei, tava pensando em Arcade Fire e/ou The Vaccines (quem sabe até Gossip), mas…

Amo Florence + The Machine. Não gosto muito de 30stM (conheço só algumas músicas), porém o Jared canta que é uma beleza.
Apesar do preconceito, Flo+Machine é muito bom. O Lungs é um pouco “esquisito”, mas o Ceremonials… (só pelo nome já é foda) é ritual céltico na veia. O bom de F+M é que eles fazem um rock leve (mas com percussões fortes) com temas pesados e com harpa. Putz! Me diz outra banda de rock (de rock não de metal) que usa harpa? Não tem (Sr. Ignorância)!!!

Imaginem a cena:
A Flo grita de lá, Jared responde (gritando) de cá e o Matt grita e quebra a guitarra no final.
Vai ser O orgasmo das orelhas…

Bom esperava algo totalmente diferente “mais do meu gosto” claro aushuahsausa mas gostei 😀
ótima mistura!! agora é torcer para garantir um dos 90 mil ingressos!