[Vídeo] Matéria sobre o Muse na Globo News

No início do ano a Globo News transmitiu uma matéria sobre o Muse na TV. Veja abaixo um resumo da reportagem, e clique aqui para assistir ao vídeo da transmissão, ou assista-o no final deste artigo:

Tom Leão: ‘Muse vem preencher a lacuna das antigas grandes bandas’

A mistura de rock progressivo com eletrônico enche estádios na Europa e América Latina.

Com quase 15 anos de estrada, mas 10 anos que estourou na Europa a América Latina, os ingleses do Muse estão com novo disco e presença confirmada para fechar uma das noites do Rock in Rio 2013. “O que faz o Muse se destacar é que nos últimos anos não tivemos mais grandes bandas como no passado. Eles vêm para preencher essa lacuna”, diz Tom Leão.

A banda, com músicas que têm uma pegada que lembram o rock progressivo com pitadas de eletrônico, é pequena em número de integrantes (três), mas tem um som superpotente. Tom Leão explica: “O Muse está nessa onda meio Queen, meio Led Zepellin de grandes bandas, que fazem grandes shows. Eles encheram dois dias o Estádio Azteca, no México. Agora, vão fazer o primeiro grande show no Brasil”.

[youtube]rfOBnp8SoVs[/youtube]

The following two tabs change content below.

Steff

Latest posts by Steff (see all)

COMENTÁRIOS

Pois eu ADORARIA que o Muse virasse modinha aqui no Brasil. Desejo muito sucesso para meus artistas favoritos, e quanto mais reconhecimento eles tiverem é melhor. E além do que, quanto mais cresce a popularidade deles aqui, cresce também a quantidade de shows que eles podem vir a fazer no nosso país, quem sabe até na minha cidade.

Além do que, não vou deixar de gostar da banda só porque ela não é mais desconhecida. E não importa se forem posers, se ouvirem Muse já é ótimo, porque a banda é muito boa e faz muito bem a todos que a escutam 😀

Concordo com você, Antônio Lira! Modinha ou não, conhecida ou desconhecida por aqui, a banda é ótima e mais popularidade traria os caras pra cá com mais frequência. Como não gostar disso?

O Antônio falou absolutamente tudo. Ter uma fanbase forte é o caminho para o artista/banda ver que tem um “terreno fértil” pra voltar, fazer mais shows e geralmente eles reconhecem quando tem uma fanbase especificamente forte e fazem coisas especiais para essa galera é isso que as pessoas precisam entender nesse relacionamento de bandas e fãs

wow, que foda!de começo também senti essa coisa que ele falou de que o 2nd law te deixa ‘esperando por alguma coisa que não vai acontecer’, mas com o tempo acabei tendo a sensação de que a ideia do cd não é chegar a um ‘destino’, é mais curtir a viagem toda.O cd não tem bem um ápice, é mais pra uma viagem psicológica mesmo.hehe