Tudo sobre a banda britânica Muse formada por Matt Bellamy, Dom Howard e Chris Wolstenholme.

Instagram Facebook Twitter

[TRADUÇÃO] Matt Bellamy compra guitarra de Jeff Buckley para próximo álbum do Muse

O vocalista que destrói arenas e grande fã de Buckley pretende manter a histórica guitarra viva.

Apenas uma escutada no falsete de Matt Bellamy revela sua grande admiração por Jeff Buckley, e agora o vocalista do Muse adquiriu o que talvez seja a maior peça da história musical de Buckley: sua icônica USA Fender Telecaster amarela de 1983.

Em uma entrevista que ainda sairá para a Guitar World sobre seu mais novo negócio como sócio das Manson Guitars, perguntamos para Matt sobre uma última aquisição que o impressionou – e podemos dizer que, não estávamos esperando pela resposta que tivemos.

“Eu preciso confessar, eu recentemente comprei a guitarra de Jeff Buckley que ele usou para gravar seu álbum ‘Grace’”, revela Matt.

“Eu não estou brincando! Eu tive um grande grupo de pessoas realizando as diligências necessárias para ter certeza que era realmente a guitarra original, até entrevistamos a família dele. Eu consegui a verificação dela, e agora eu tenho a Telecaster que ele usou para gravar todo o álbum Grace, até a música Hallelujah.”

(Jolyon Holroyd/Manson Guitar Works Ltd)

“Eu não a comprei para deixar pendurada na parede junto com uma foto de Jeff que diz ‘Olha o que eu comprei’. Eu comprei para realmente tentar usar e integra-la e fazer com que esta guitarra continue sendo parte da música. Gosto de acreditar que ele iria querer isso. ”

Matt logo juntou seu time na Manson para investigar o tom único da guitarra – na qual, como muitos fãs da Fender notaram, não parece com nenhum outro modelo existente.

“Ela tem um som diferente- não parece com nenhuma outra Telecaster”, Matt continua.

“Eu analisei toda a parte elétrica – ninguém mudou nada – mas achamos que o braço da guitarra foi um erro de fabricação, porque por algum motivo ele está fora de sincronia, e também há algo errado com a fiação.

“Para resumir, ela possui um som extremamente alto e estridente, e não se parece com qualquer outra guitarra que já usei antes. ”

O designer de captadores da Manson Guitar Works, Simon Thorn, investiga o misterioso funcionamento interno do Telecaster de Jeff Buckley – a equipe está mantendo seus segredos embaixo dos panos por enquanto (Créditos: Jolyon Holroyd / Manson Guitar Works Ltd)

Matt encontrou a guitarra em Paris, França na Matt [Lucas]’s Guitar Shop alguns anos atrás, e pediu para que o dono entrasse em contato com ele quando a guitarra estivesse à venda. No começo desse ano, Matt recebeu a ligação.

“Do nada, há uns 6 meses atrás, Matt (Lucas) me ligou e disse ‘oh, falando nisso, talvez eu esteja querendo passar a guitarra para frente, se você estiver interessado”’, diz Bellamy.

“A partir daí, conversamos muito sobre de onde veio a guitarra, e toda a história por trás, ele até mesmo recebeu uma carta da melhor amiga de Jeff naquela época, uma garota que vivia em Nova York [ Janine Nichols ]. A guitarra na verdade era dela – Jeff não tinha uma guitarra boa na época [ seu apartamento havia sido roubado nessa época, 1991], e quando ele começou a turnê, ela emprestou a guitarra para ele”.

A guitarra foi devolvida para Janine, logo após a morte trágica de Jeff em 1997, antes que ela vendesse para uma loja em Nova York chamada Chelsea Guitars, onde o dono, Dan Courteney, avaliou a guitarra em 50 mil dólares em 2011.De acordo com a Guitar.com, a guitarra foi então vendida para um colecionador britânico por 6 anos, até que Lucas a comprou e trouxe para Paris em Outubro de 2017. A partir daí a guitarra de Jeff nunca saiu da loja, exceto quando Myles Kennedy performou Hallelujah em Dezembro de 2019- e no encontro com Bellamy alguns anos atrás.

Matt Bellamy com a Telecaster de Jeff Buckley, e Matt Lucas, dono de uma loja de guitarras, no estúdio de Bellamy em Los Angeles, no início deste ano. (Crédito da imagem: Matt Lucas)

Acabou que, a intenção de Matt de tocar a guitarra, ao invés de simplesmente adiciona-la em sua coleção, ia de acordo com o desejo de Janine. “Ela escreveu uma longa carta que veio junto com a guitarra, dizendo que ela realmente queria que a guitarra estivesse com alguém que quisesse tocá-la, não com alguém que queria deixa-la na parede”, diz ele. “Então é isso que estou fazendo – tentando aderir à sua carta e fazer com que ela seja tocada”

Sendo assim, Matt já gravou uma música com ela – e até planeja adicioná-la em um próximo álbum do Muse.

“Eu já usei ela na verdade, esta em um cover que gravamos com a minha banda ‘The Jaded Hearts Club’. Mas eu espero usá-la um pouco mais aqui e ali no próximo álbum do Muse.

“É incrível ter uma história como essa, e sentir apenas um pouco de sua grandiosidade. O único problema é que eu não tenha escrito músicas boas o suficiente para tocar nela (risos) Então agora é pra valer. ”

E sobre tocar a guitarra ao vivo: bom, ele revela:

“Eu acho [é uma guitarra de estúdio por agora],” ele pondera. “Talvez algum dia eu a use ao vivo em alguma música – mas veremos”.

Para mais de Matt Bellamy, incluindo seus pensamentos sobre o futuro da guitarra e como ficará a Manson em sua liderança, fique atento para nossa entrevista na íntegra na próxima semana.

Fonte: Guitar World

Written By

Eu gosto de trabalhar de graça pro Muse e reclamar depois.

Comments: 1

  • Kletos

    17 de maio de 2020
    reply

    Muito bom!!

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: